A senadora paraibana Daniella Ribeiro (PSD) está entre os seis parlamentares federais que mais receberam a chamada “emenda secreta” do governo federal.

A parlamentar ocupa a sexta posição com R$ 204.806.940,00, liberados entre 2020 e 2021.

O também paraibano Hugo Motta, deputado federal que comanda o Republicanos, conseguiu liberar R$ 130.999.328,00, de 2020 e 2021, em emendas. É o 13º no ranking.

As emendas RP9, liberadas pelo relator do Orçamento Geral da União, sem transparência em relação à designação e ao repasse, estão sendo questionadas junto ao Tribunal de Contas da União.

O lugar de destaque de Daniella chama atenção porque nem ela, nem o irmão Aguinaldo Ribeiro (PP), abraçaram o bolsonarismo durante os 4 anos de Jair Bolsonaro, o que confirma a fama de influência da família nos bastidores.

Já Hugo Motta, diferente de Daniella e Aguinaldo, defende mais abertamente o governo Bolsonaro no Congresso.

Comentários: