Entre eleitores do Nordeste, a vantagem de Lula para Bolsonaro é de 45 pontos percentuais (62% x 17%), segundo a pesquisa DataFolha divulgada nesta quinta (26/05). Lula também alcança cerca de seis a cada dez votos entre beneficiários do Auxílio Brasil. O programa sucedeu o Bolsa Família, introduzido no governo Lula, em 2003. Na atual gestão, Bolsonaro buscou capitalizar com o aumento do benefício para R$ 400 por família mas sem sucesso. É um massacre.

Comentários: