No silêncio dos apoiadores de Jair Bolsonaro no PL da Paraíba, coube ao pastor Sergio Queiroz (PRTB), pré-candidato ao Senado, fazer a defesa do também pastor Milton Ribeiro, ex-ministro da Educação, preso hoje suspeito de corrupção no MEC. Ao blog, Queiroz afirmou que “o ministro ainda não foi condenado. Ele está sendo investigado”, afirmou. E, claro, que não faltou o ‘e o PT?’: “Lula foi condenado em três instâncias”, arrematou Queiroz. “As pessoas devem ser avaliadas na proporção de suas responsabilidades. Se alguém incorre em condutas típicas e antijurídicas que seja processado e condenado”, comentou Queiroz.

Comentários: